Governo do RN abre mais 16 leitos no Hospital Deoclécio Marques

Compartilhe

leitosFoto: Divulgação/Sesap

O Governo do Estado segue avançando em seu trabalho para expandir a capacidade de atendimento na área de saúde para a população da Região Metropolitana de Natal. Nesta terça-feira 2, foram abertos 16 novos leitos no Hospital Deoclécio Marques de Lucena, em Parnamirim.

Os 16 novos leitos, que já estão recebendo pacientes, reforçam a rede de ortopedia da região e se somam aos outros oito leitos do Hospital Geral João Machado, destinados a pacientes de neurologia, totalizando 48 leitos. Assim, o trabalho coordenado pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) chega à metade do planejamento acertado junto ao Ministério Público.

A ação de ampliação viabiliza o andamento das obras de reforma e ampliação do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel, que contam com um investimento superior a R$ 9 milhões. Parte de seus pacientes serão recebidos no Deoclécio Marques, que chegará até o início de agosto com 40 novos leitos, e a outra parte já está sendo recebida no João Machado. Todo o processo de mudança envolvendo os pacientes está sendo feito a partir do sistema de regulação da Sesap.

Após a conclusão das obras no Walfredo, todos os leitos novos permanecerão em funcionamento na rede de saúde do estado, garantindo uma maior assistência à população potiguar. Tanto o Deoclécio Marques, quanto o João Machado passaram por reformas e melhorias e a aquisição dos leitos completa o todo processo de ampliação das unidades.

Para viabilizar a expansão do atendimento dos hospitais, vêm sendo convocados novos profissionais, entre enfermeiros, fisioterapeutas, farmacêuticos, assistentes sociais, nutricionistas, psicólogos, terapeutas ocupacionais, fonoaudiólogos, técnicos de radiologia, enfermagem, de laboratório e farmácia, além do acréscimo de capacidade no contrato para realização de cirurgias ortopédicas, no caso do Deoclécio Marques. Quanto ao João Machado os novos profissionais compõe a equipe multidisciplinar do hospital, que já possui profissionais da área neurológica.

Agora RN

* Todos os comentários são de responsabilidade dos seus autores.