Covid-19 segue como emergência de saúde pública, diz OMS

Compartilhe

A Organização Mundial da Saúde (OMS) afirmou, nesta segunda-feira, (30), que a Covid-19 continua sendo uma emergência de saúde pública de interesse internacional, sua maior forma de alerta.

A pandemia provavelmente está em um “ponto de transição” que continua precisando de uma gestão cuidadosa para “mitigar as possíveis consequências negativas”, acrescentou a agência em comunicado.

Já se passaram três anos desde que a OMS declarou pela primeira vez que a Covid representava uma emergência de saúde global. Mais de 6,8 milhões de pessoas morreram durante o surto, que atingiu todos os países da Terra, devastando comunidades e economias.

No entanto, o advento de vacinas e tratamentos mudou consideravelmente a situação da pandemia desde 2020, e o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, disse que espera ver o fim da emergência este ano, principalmente se o acesso às contra-medidas puder ser melhorado globalmente.

Consultores do comitê de especialistas da OMS sobre o status da pandemia disseram à Reuters em dezembro que provavelmente não era o momento de encerrar a emergência, dada a incerteza sobre a onda de infecções na China depois que suspendeu suas rígidas medidas de zero-Covid no final de 2022.

CNN Brasil

* Todos os comentários são de responsabilidade dos seus autores.